Blog da Coga

sábado, 31 de outubro de 2009

Abstinência - Cipralex / Lexapro

Ahhh, como sofro. Estive um tempo sem meu medicamento. Cipralex, chama-se o tal. Eh pra auxiliar na captacao da serotonina, a droga natural da felicidade. Meu cerebro nao funciona direito nesse caso, entao, tenho que tomar o remedio para que viva normalmente. Bom, a abstinencia nao eh nada agradavel. Tontura, dor de cabeca, nausea e dores no pescoco por causa das outras reacoes adversas. Credo! Ha tempos nao passava tao mal! Agora que voltei a tomar o remedio, as coisas tem que melhorar. Ainda nao melhoraram, mas ave.... Credo!

Deixo aqui uma explicacao do tal do remedio:
Escitalopram é um medicamento antidepressivo da classe dos inibidores seletivos da recaptação de serotonina ou ISRS. É o S-enantiômero do citalopram.
Trata-se de uma molécula extremamente seletiva, ou seja, age somente na recaptação de serotonina sem afetar outros receptores. Esta característica foi possível pela purificação da mistura racêmica do citalopram que contém os isômeros L e R, enquanto o escitalopram possui somente o isômero L.
Este medicamento é o mais seletivo ISRS, e age no cérebro, onde corrige as concentrações inadequadas de determinadas substâncias denominadas neurotransmissores, em especial a serotonina, que causam os sintomas, característicos do quadro de depressão.
Esta droga é indicada para o tratamento e prevenção de recaídas ou recorrência da depressão, transtorno do pânico, com ou sem agorafobia, transtorno de ansiedade generalizada (TAG), transtorno obsessivo compulsivo (TOC) e fobia social.

Texto acima: wikipedia

No meu caso, trata-me da ansiedade generalizada e fobia social. Ah sim, isso mesmo. Eu nao sou e nunca fui timida. Sempre falo com todos, faco brincadeiras, nunca tive problemas. Mas de repente, tenho uma angustia que surge do nada. Tenho fobia mesmo. Sinto panico, medo, vontade de fugir. Evito sair, encontrar pessoas. Sinto-me um lixo, gorda, feia. Aih jah viu, neh? ;elhor mesmo eh ficar em casa.

10 comentários:

Daniel Paixão Fontes disse...

Cara Coga, obrigado por vivitar meu blog. Comigo vai tudo bem, espero que com você também. Realmente é complicada essa nossa situação. Muita gente não entende que os problemas psicológicos e emocionais não são nossa escolha. Até pouco tempo atrás achavam que esquizofrenia era ter o diabo no corpo. Tenho fé em Deus que isso via mudar, mesmo porque a depressão está para se tornar a doença mais comum no mundo até 2030 e se a maioria não aceitá-la como o que ela é de fato, uma doença série e triste (e não frescura como alguns ignorantes acham) nossa sociedade vai entrar em colapso. Um abraço e que tudo dê certo com você.

Ana J. disse...

Olá :)
Estava a pesquisar sobre a abstinência de cipralex e voilá: encontrei seu blog. Faz hoje uma semana que deixei de tomar o medicamente e "Credo!": tenho andado com palpitações, tonturas, tremores, dores musculares, mal estar... Bah!
Lembre-se apenas que não estamos sozinhas ;)

Um abraço,
de Portugal

Anônimo disse...

Parei de tomara o Lexapro tem umas 03 semanas.
Sinto que falta alguma coisa em minha cabeça, não sei explicar.
É como se eu estivesse meio tonto, nAo acontece o tempo todo.
Alguém já sentiu isso?
Será que terei que tomar esse remédio o resto da minha vida? Deve existir uma forma de sair desta terrível abstinência. Sinto tb dores no corpo, e sensações de alterações no meu humor.
Com fé vou dar conta de sair dessa.
Abraço a todos.

Anônimo disse...

Opa! minha esposa sofre de ansiedade, e esta tentando tirar (2 semanas) o medicamento LEXAPRO, temos a intenção de ter um filho e não queremos correr o risco de q possa afetar algo na gestação, mesmo q alguem possa dizer q isso não vai ocorrer quero usar o fato da gravidez p/ q ela possa abulir esse medicamento de sua vida, ela reclama principalmente de enjoo, e como esse enjoo é constante ela começa ficar ansiosa p/ q ele passe, ai piora mais.
Alguem conhece algum tratamento alternativo ou alguma coisa q possa ajudar? tamar dramim não ajuda e nenhum outro remedio do genero.
É a primeira vez q visito o blog, não sei se é de costume mais quero deixar meu e-mail caso alguem possa ajuda.
Grato.
marcelo_tecnofreios@hotmail.com

Anônimo disse...

Não estão sozinhos.
Passaram duas semanas desde o instante em que parei, e só aí é que comecei a sofrer os sintomas de privação - tonturas, uma espécie de formigueiro no cérebro (é difícil de explicar, mas vejo que não sou a única a ter dificuldades em explicitar o que se passa)... li na Internet que demora cerca de 4 semanas até ao nosso organismo se voltar a habituar aos níveis elevados de serotonina...
Mas este mal-estar faz-me arrepios: como é que pode ser tão duro quanto a fase da adaptação?, como pode ser tão duro quanto as coisas que sentia mesmo antes de tomar os comprimidos?... dúvidas retóricas: são drogas e não são inofensivas.

Patty Pagliuso disse...

Ola pessoal..tomo escitalopram ha 10 anos..depois do falecimento do meu pai..enfim...to tentando desmamar este medicamento ha 2 semanas...tenho tido momentos de tristeza..angustia...irritabilidade...ansiedade...choro muito de repente...alto estima baixa...nossa me sinto mal...entendo todos...sinto todos os sintomas de voces...cabeça meia tonta..a noite no transito parece que piora....socorro...o que fazer...

Patty Pagliuso disse...

Ola pessoal..tomo escitalopram ha 10 anos..depois do falecimento do meu pai..enfim...to tentando desmamar este medicamento ha 2 semanas...tenho tido momentos de tristeza..angustia...irritabilidade...ansiedade...choro muito de repente...alto estima baixa...nossa me sinto mal...entendo todos...sinto todos os sintomas de voces...cabeça meia tonta..a noite no transito parece que piora....socorro...o que fazer...

Patty Pagliuso disse...

Ola pessoal..tomo escitalopram ha 10 anos..depois do falecimento do meu pai..enfim...to tentando desmamar este medicamento ha 2 semanas...tenho tido momentos de tristeza..angustia...irritabilidade...ansiedade...choro muito de repente...alto estima baixa...nossa me sinto mal...entendo todos...sinto todos os sintomas de voces...cabeça meia tonta..a noite no transito parece que piora....socorro...o que fazer...

Anônimo disse...

Estou há duas semanas sem escitalopram, na primeira semana fiquei muito triste e irritada agora começaram as tonturas e enjoos muito fortes. Alguém que passou por isso saberia me dizer se ainda vai demorar muito para esses sintomas passarem. Fico com receio de não aguentar e ter que voltar a tomar, de ter sofrido tudo isso em vão.

lmor83 disse...

estou na mesma situacao, tomo oxalato de escitalopram ha 4 anos e estou ha tres semanas sem a medicacao, naum desmamei, acabou a medicacao e decidi ficar sem por estar me sentindo melhor. Estou com muitas nauseas, dor de cabeca, irritacao, palpitacao e falta de ar. agora naum sei se prossigo ou se retorno p fazer o desmame. marquei com a psiquiatra uma avaliacao